Sexo aumenta a produtividade e as chances de sucesso profissional!

0
237

A conta é bem simples: quanto mais feliz você está, quanto mais estimuladas estão as áreas do cérebro relacionadas ao prazer, mais produtivo e bem-sucedido você tende a ser. Por isso, fazer sexo é bom não apenas para a sua saúde, mas também para o seu trabalho.

Quem diz isso são os pesquisadores Keith Leavitt, Christopher M. Barnes, Trevor Watkins e David T. Wagner, que divulgaram no Journal of Management [Revista da Gestão], da Southern Management Association, os resultados de uma análise que fizeram ao longo de duas semanas.

Durante esse tempo, eles entrevistaram duas vezes por dia 159 pessoas casadas para medir seus status de humor e satisfação. O resultado mostrou que, 24 horas após terem tido algum encontro sexual, os entrevistados demonstraram mais satisfação e engajamento no trabalho.

As conclusões foram as mesmas tanto para homens quanto para mulheres, e o efeito foi similar independente do índice de satisfação conjugal — ou seja, o engajamento está mais ligado ao prazer sexual do que à felicidade matrimonial, segundo eles.

Vida sexual x profissional

É claro que saber que mais sexo pode fazer o trabalho render melhor não significa que você deva misturar as coisas. Muito pelo contrário!

Enquanto mostra que mais prazer na vida pessoal traz mais sucesso profissional, a mesma pesquisa também aponta que pessoas que não conseguem deixar o trabalho no escritório quando vão embora ao fim do dia possuem vidas sexuais piores — o que não é exatamente uma novidade, não é mesmo?

Levar trabalho para casa prejudica a vida familiar, sexual e até mesmo a profissional. O motivo é que, quanto mais cansado você está, mais cansado você seguirá no dia seguinte. Não estimulando a sua área de prazer do cérebro, todo o efeito do sexo que dura 24 horas no corpo também acaba se perdendo.

O melhor e mais saudável, segundo os pesquisadores, é manter um equilíbrio entre todas as esferas da vida. Disso a gente já sabia, mas agora temos mais uma comprovação científica!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here